Have an account?

domingo, 31 de julho de 2011

38ª Bicicletada de Maceió



Na última sexta-feira (29), aconteceu a 38ª edição da Bicicletada de Maceió. Reunimo-nos no tradicional ponto de encontro, o viaduto Aprígio Vilela, às 18h.



Realizamos a pichação inversa no paredão debaixo do viaduto Washington Luis, utilizando nada além de um pano e água. Molhando o pano e passando na parede suja da fuligem deixada pelos motores dos carros, conseguimos escrever e deixar o site da Bicicletada para divulgação.



Enquanto fazíamos nossa arte, uma senhora passou dirigindo uma SUV e soltou:


Bando de baderneiros!


Ainda tentamos explicar que o carro dela era a matéria-prima da nossa "pichação", mas ela já ia longe...



Após a "pichação", descemos para o Stella Maris e fizemos uma breve panfletagem entre os motoristas que passavam no cruzamento da Av. Álvaro Calheiros com a Rua Eng. Paulo Nogueira. Lá, nos divertimos ao ver um vereador que passou com o carro repleto de adesivos contestando o alto preço da gasolina, enquanto estendíamos a faixa com os dizeres: “queime calorias, não gasolina”.



Também rimos bastante com uma moça que estava impaciente buzinando para o carro que ia devagar à sua frente e que lhe faria perder o restinho do sinal amarelo. O motivo das risadas foi que ela terminou estancando o carro e tendo que esperar o sinal vermelho.



Para terminar a noite, jogamos conversa fora num dos vários barzinhos daquela rua. Combinamos alguns passeios e algumas viagens... de bicicleta, claro!



Participe da próxima Bicicletada de Maceió! Toda última sexta-feira do mês, às 18h, em cima do viaduto Aprígio Vilela, no Farol.


1 comentários:

oswaldo c. disse...

Pessoal, tenho acompanhado os passeios e as intervenções que vocês têm tomado no sentido de melhorar a mobilidade de nossa cidade, admirável trabalho!

No entanto, é realmente uma má imagem "pichar" seja por qual material for. Ao invés de atrair a atenção para receber ajuda, acaba-se por conseguir um apoio inverso, de protesto e reclamações.

Espero que o trabalho de conscientizar continue, mas sem "pichar", mesmo com fuligem ou outro material. Acredito que outras medidas podem trazer um bom apoio ao movimento pelas melhorias na nossa cidade.

No mais, Grande abraço!

Postar um comentário